Loading...

Certificação de Lâmpadas LED

A certificação de lâmpadas LED com dispositivo integrado a base visa a segurança, bem estar dos consumidores e garantia do desempenho mínimo esperado do produto, além de:

  • Contribuir na padronização dos equipamentos disponibilizados no mercado
  • Certificar que o aparelho não causa interferência na rede elétrica
  • Garantir que não terá risco de superaquecimento

Quero me certificar!

Regulamentação

Portaria INMETRO nº 144/2015

A partir do dia 17 de janeiro de 2018, somente lâmpadas LED que ostentem o Selo de Identificação da Conformidade do Inmetro poderão ser comercializadas por atacadistas e varejistas.

Características dos produtos que precisam ser certificados

Lâmpada LED com dispositivo de controle integrado à base ou corpo constituindo uma peça única, não destacável, sendo destinadas para operação em rede de distribuição de corrente alternada de 60 Hz, para tensões nominais de 127 V e/ou 220 V, ou faixas de tensão que englobem as mesmas ou em corrente contínua (DC ou CC), com proteção contra surto, tensão de alimentação até 250 V, previstas para uso doméstico e similar, tendo:

  • potência nominal até 60 W;
  • tensão nominal maior que 50 V e até 250 V (CA) com bases da lâmpada de acordo com ABNT NBR IEC 62560:2013 (B15d, B22d, E11, E12, E14, E17, E27, G5, G9, G13, GU10, GZ10);
  • tensão nominal até 50 V (CC ou CA) com bases G4, GU4, GY4, GX5.3, GU5.3, G6.35, GY6.35, G53, GU7, G5, G5.3 e G13;
  • lâmpada LED tubular, também conhecida como tubo LED, com o dispositivo de controle incorporado, que substituem as lâmpadas fluorescentes tubulares de dimensões de acordo com NBR IEC 60081 e base G5, G13 ou R17DC.

Características dos produtos que não precisam ser certificados

Lâmpada LED com dispositivo de controle integrado à base ou corpo constituindo uma peça única, não destacável, sendo destinadas para operação em rede de distribuição de corrente alternada de 60 Hz, para tensões nominais de 127 V e/ou 220 V, ou faixas de tensão que englobem as mesmas ou em corrente contínua (DC ou CC), com proteção contra surto, tensão de alimentação até 250 V, previstas para uso doméstico e similar, contendo:

  • Lâmpadas com LED coloridos, com lentes coloridas, que emitem luz colorida;
  • RBG, que possuem invólucro coloridos e decorativas, e emitem luz colorida;
  • Lâmpadas LED com dispositivo de controle incorporado que produzam intencionalmente luz colorida;
  • OLED (Organic Light Emitting Diode).

Modelos de Certificação

Modelo 5

Avaliação inicial consistindo de ensaios em amostras retiradas no fabricante, incluindo auditoria do Sistema de Gestão da Qualidade, seguida de avaliação de manutenção periódica através de coleta de amostra do produto na fábrica e/ou no comércio, para realização das atividades de avaliação da conformidade.

As Avaliações de Manutenção têm por objetivo verificar se os itens produzidos após a atestação da conformidade inicial (emissão do Certificado da Conformidade) permanecem conformes. A manutenção inclui a avaliação periódica do processo produtivo, ou a auditoria do SGQ, ou ambos.

 

Modelo 1b (substituiu o Modelo 7)

Ensaio de lote. Esse modelo envolve a certificação de um lote de produtos. O número de unidades a serem ensaiadas pode ser uma parcela do lote, coletada de forma aleatória, ou até mesmo, o número total de unidades do lote (ensaio 100%). O Certificado de Conformidade é restrito ao lote certificado.